São Marcelino

Imagem São Marcelino

São Marcelino foi discípulo e amigo de Agostinho, era considerado além de um dedicado religioso um sábio, sendo declarado após sua canonização Doutor da Igreja.

Mas a história de São Marcelino se dá em um período complicado, onde acabou sendo vítima de um cisma que dividiu o cristianismo, o donatismo que levou-o a condenação e ao martírio.

Cismas na Igreja

Para entendermos é necessários voltarmos no ano de 310, quando o imperador Diocleciano ordenou ao povo que entregassem e queimassem todos os livros sagrados, sendo assim quem o obedecesse seria considerado traidor da Igreja. No mesmo ano Ceciliano foi eleito o bispo de Cartago, mas teve sua eleição contestada, pois foi referenciada por bispos traidores, aqueles que entregaram os livros sagrados.

O Donatismo

Sendo um deles o bispo Donato, que tinha uma posição totalmente contrária ao catolicismo ortodoxo, defendendo que os sacramentos só poderiam ser ministrados por santos, não por pecadores, ou seja, pessoas comuns, o que dividiria a igreja criando os "donatistas".

Obra e Martírio

Enquanto isso São Marcelino se encontrava em Cartago ocupando dois cargos como tribuno e tabelião, sendo assim um porta-voz do povo diante do império Romano, mas não deixando de ser um homem de muita fé e grande dedicação à igreja.

São Marcelino escreveu durante seu período escreveu muitas obras, realizou várias consultas para trabalhos de Agostinho, sendo o mais importante "sobre a Trindade", porém nenhum deles chegou a ser lido por ele.

Após se opor ao movimento donatista, São Marcelino foi denunciado como cúmplice e usurpador Heracliano, sendo condenado a morte em 6 de abril do ano de 411, porém 1 ano após sua morte, o erro seria reconhecido pelo imperador Honório, sendo anulada, e a Igreja passou a reverenciar-lo como santo e mártir.

 

Leia Também

Peça sua Benção

img

Pesquisar