São Damião de Molakai

Imagem São Damião de Molakai

Nascido com o nome de Josef de Veuster Wouters em Flanders na Bélgica em 1840, logo aos 19 anos entrou para a Ordem dos Padres do Sagrado coração com o nome de Damião, sendo enviado para terminar seus estudos em Paris.

Durante seu período em Paris, São Damião conheceu um bispo do Havai que lhe contou sobre os doentes que sofriam de lepra e por medidas do próprio governo eram abandonados na ilha de Molokai. Esta situação fez com que São Damião criasse um interesse imediato se dispondo a cuidar dos doentes do local.

Conta a história que ao chegar na ilha São Damião de Molokai foi recebido por vários leprosos, se colocou a cumprimentar todos dando as mãos para eles, pois tinha o compromisso de que não fossem mais tratados como animais, mas sim como os seres humanos que são.

O trabalho de São Damião de Molokai foi árduo, se revezava com mais dois outros missionários no cuidado com os doentes, recuperou o cimitério local para enterrar os mortos da ilha corretamente, mas o mais árduo dos trabalhos seria manter os doentes, pois devido à sua doença não podiam trabalhar.

Então São Damião utilizava-se do dinheiro da Igreja para comprar faixas, bandagens e alguns alimentos, e em seu tempo vago escrevia para um jornal local contando os horrores da ilha, e ao se espalhar a notícia pelo mundo ajudas humanitárias começaram a chegar, incluindo um médico que contraiu lepra cuidando de doentes que viajou afim de auxiliar Damião com seu trabalho.

Durante longos 10 anos São Damião de Molokai trabalhou com os doentes sem contrair a lepra, construiu uma igreja de alvenaria, um auqeduto e toda uma infraestrutura sanitária para a ilha, que inclusive trouxe esperanças aos doentes, porém um dia colocou seu pé em uma bacia com água fervendo e não sentia dor, havia sido infectado pela doença após 10 anos vivendo junto com os doentes, com o passar do tempo seu corpo foi tomado pela doença e acabou falecendo em 15 de abril de 1889.

São Damião de Molokai foi beatificado em 1995 pelo Papa João Paulo II designando sua festa para o dia 10 de maio, e o Papa Bento XVI o santifocou no dia 10 de outubro de 2009.

Leia Também

Peça sua Benção

img

Pesquisar