Maria, a desatadora dos nós

Imagem Maria, a desatadora dos nós

Eva os atou. Maria os defez

 

Nossa Senhora Desatadora dos Nós é mais um dos títulos concedidos a Maria e foi dado pelos fieis alemães em 1700. Sua história e a devoção do povo católico ao longo dos anos são exemplos de que nossa fé e olhar devem sempre estar voltados à Maria, Aquela que deu Sua vida para ser a Mãe do Salvador e nossa. 

Por meio do Seu sim, Maria, a desatadora dos nós, guia-nos aos caminhos do Senhor pelo enfrentamento das dificuldades do dia-a-dia, impondo derrota aos nós que aparecem. Cabe a nós, Seus filhos, a Ela confiar nossa caminhada.

História de Maria, a desatadora dos nós

Nossa Senhora Desatadora dos Nós tem origem na Alemanha, mais especificamente na cidade de Augsburg. Foi lá que o pároco da Capela Sant Peter encomendou a Johann Schmittdner um quadro de Nossa Senhora.

O artista, muito católico e conhecedor da Palavra de Deus e dos textos do clero da época, buscou inspiração. Como resultado encontrou a seguinte frase do Bispo de Lyon: “Eva atou o nó da desgraça para o gênero humano, Maria por sua obediência o desatou” e a passagem do Apocalipse em que se lê: “E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça" (Apocalipse 12:1).

A partir destas palavras, o quadro de Maria, a desatadora dos nós foi concebido.

No Brasil, a devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós se popularizou na década de 1990, tendo seu Santuário construído no início dos anos 2000.

Nossa Senhora Desatadora dos Nós e o Papa Francisco

A relação do então padre Jorge Mario Bergoglio com a devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós começou na década de 1980, quando este decidiu ir para Alemanha para aprofundar os estudos religiosos e fugir da repressão vivida na Argentina.

Em uma visita a uma Igreja local, Bergoglio encontra uma moça, conversa com ela e, ao iniciar suas orações, vê uma imagem diferente de todas as que conhecia: era a de Maria, a desatadora dos nós

Ao voltar para a Argentina, dissemina a devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós, fundando uma paróquia dedicada à Santa, que tempos depois, virou um Santuário.

Oração a Maria, a desatadora dos nós

Virgem Maria, Mãe do belo amor, Mãe que jamais deixa de vir em socorro a um filho aflito, Mãe cujas mãos não param nunca de servir seus amados filhos, pois são movidas pelo amor divino e a imensa misericórdia que existem em teu coração, volta o teu olhar compassivo sobre mim e vê o emaranhado de nós que há em minha vida.

Tu bem conheces o meu desespero, a minha dor e o quanto estou amarrado por causa destes nós. Maria, Mãe que Deus encarregou de desatar os nós da vida dos seus filhos, confio hoje a fita da minha vida em tuas mãos.

Ninguém, nem mesmo o maligno poderá tirá-la do teu precioso amparo. Em tuas mãos não há nó que não poderá ser desfeito.

Mãe poderosa, por tua graça e teu poder intercessor junto a Teu Filho e Meu Libertador, Jesus, recebe hoje em tuas mãos este nó (dizê-lo). Peço-te que o desates para a glória de Deus,e por todo o sempre. Vós sois a minha esperança. 

Ó Senhora minha, sois a minha única consolação dada por Deus, a fortaleza das minhas débeis forças, a riqueza das minhas misérias, a liberdade, com Cristo, das minhas cadeias. Ouve minha súplica. Guarda-me, guia-me, protege-me, ó seguro refúgio!

Maria, Desatadora dos Nós, roga por mim.

Leia Também

Pesquisar