Festa junina católica: sinal de devoção

Imagem Festa junina católica: sinal de devoção

Junho no Brasil tem um ar diferente em todas as regiões. Apesar do frio desta época do ano, as pessoas vestem seus trajes típicos e, em volta da fogueira, canta, dançam e se deliciam com as comidas e bebidas características deste mês. É a Festa junina católica que reúne as comunidades e alegra as quatro semanas juninas!

Além de muita diversão, a Festa junina católica também é sinal de devoção aos Santos celebrados neste importante mês do calendário da Igreja. Mas, de onde surgiu esta tradição brasileira da Festa junina católica? Nós do Nossa Sagrada Família explicamos para você.

Origem da Festa junina católica

A Festa junina católica no Brasil, que celebra Santo Antônio, São João Batista, São Pedro e São Paulo tem origem, assim como nosso povo, da mistura entre costumes dos jesuítas portugueses, dos índios e dos caipiras. Mas olhando para o mundo, a Festa junina católica nos leva a tempos mais remotos, aos povos pagãos.

No hemisfério Norte e no continente europeu, até por volta do século 10, havia nesta época do ano um ritual em que se pedia pela fertilidade da terra e fartura nas colheitas. O curioso é que os índios que habitavam o território brasileiro também tinham rituais ligados à agricultura muito semelhantes, com cantos, danças e muita comida.

Com a chegada dos jesuítas portugueses, esta tradição indígena foi fundida com o caráter religioso. Por isso em uma Festa junina católica se vê muita devoção aos Santos juninos e muitos pratos que ainda hoje são feitos, em sua grande maioria, de forma caseira, usando dos alimentos da terra.

Já costumes caipiras na Festa junina católica faz memória da organização da sociedade brasileira até metade do século passado, quando grande parte da população morava no campo.

No Brasil, além das paróquias realizarem grandes festejos juninos em honra a Santo Antônio, São João Batista, São Pedro e São Paulo, a região Nordeste é o destaque na realização da Festa junina católica.

A religiosidade da Festa junina católica

Com o passar dos anos e a mudança no comportamento da sociedade, a religiosidade da Festa junina católica perdeu um pouco o destaque. Mas é sempre necessário reaver a biografia de cada Santo celebrado neste mês, pois a Festa católica junina só tem sentido com a interação entre os costumes festivos e o testemunho de Santo Antônio, São João Batista, São Pedro e São Paulo.

Por isso, trazemos a seguir um breve relato acerca dos atores principais celebrados em cada Festa junina católica realizada no Brasil em junho.

Festa junina católica celebra Santo Antônio – 13/06

Um dos Santos mais conhecidos de Portugal foi um religioso da Ordem Agostiniana e, depois, Franciscana. Contemporâneo a São Francisco de Assis, foi designado por este a ser responsável pela formação dos frades, dada sua capacidade intelectual e conhecimento teológico.

É conhecido como o Santo dos Pobres e muito procurado por aquelas que desejam se casar, pois ajudou centenas de jovens a conseguirem um marido.

Nas celebrações a Santo Antônio é comum distribuir pão. A tradição vem do fato de que Santo Antônio certa vez distribuiu todos os pães existentes no convento aos pobres. O frade padeiro indagou-o a respeito, mas ficou surpreso ao retornar à cozinha e encontrar o cesto repleto novamente de pães. Desde então se distribui e se abençoa os pães para que nunca falte alimento na mesa dos fieis, além de lembrar a importância da partilha.

Festa junina católica celebra o precursor de Jesus – 24/06

São João Batista foi o precursor de Jesus. Seu nome significa “Deus dá a graça”. Foi ainda no ventre de sua mãe, Isabel, prima de Maria, que João manifestou alegria, quando da visita de Maria.

Foi ele o responsável por preparar o caminho do Senhor, anunciando-O como o único e verdadeiro Messias, o “Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo (Jo 1,29). Batizou Jesus nas águas do Rio Jordão, inaugurando o Sacramento do Batismo.

Tão grande é sua importância na história de nossa salvação que é um dos únicos Santos que têm seu nascimento celebrado pela Igreja, já que o mais comum é fazer memória da data de morte.

Festa junina católica celebra o primeiro Papa – 29/06

O mês de junho é encerrado com a celebração do primeiro Papa da Igreja: São Pedro, o primeiro apóstolo a ser chamado por Jesus à missão, fazendo-o “pescador de homens”. Foi por meio de sua profissão de fé em Jesus Cristo que a Igreja foi edificada: “Eu sei que tu és o Messias, o filho do Deus vivo” (Mt 16,16). Foi crucificado de cabeça para baixo a seu pedido, pois não se sentia digno de morrer como seu Senhor.

Neste dia, além da Festa junina católica em honra a São Pedro, também se celebra o Dia do Papa.

Festa junina católica celebra um grande evangelizador – 29/06

O grande evangelizador em questão não viveu junto a Jesus. Pelo contrário: era perseguidor dos cristãos. Estamos falando de São Paulo. Após um acidente de cavalo, enquanto perseguia um grupo de seguidores de Jesus Cristo, Paulo teve uma revelação e se converteu ao cristianismo.

A partir de então passou a levar a Boa Nova a todos os lugares por onde andava. Por isso é conhecido por ter sido um dos grandes evangelizadores da Igreja. Morreu martirizado por conta de sua fé, sendo degolado em Roma.

Leia Também

Pesquisar